Artigos

A derrota, na verdade, pode ser a nossa vitória

aderrotaQuando passamos por tribulações, nos sentimos derrotados e chegamos a pensar que Deus nos abandonou. Contudo, é necessário lembrarmos de que Deus, às vezes, age completamente diferente do esperado por nós. A lógica de Deus não é a nossa lógica: “Porque os meus pensamentos não são os vossos pensamentos, nem os vossos caminhos, os meus caminhos, diz o Senhor”(Isaías 55.8).

Lembremo-nos que devemos andar por fé e não por vista, ou seja, tirar os olhos das circunstâncias e colocá-los em Deus, Ele é especialista em transformar derrota em vitória”.

Podemos tomar como exemplo a Seleção Brasileira na Copa de 2014. Ela teve dificuldades para ganhar da seleção da Venezuela e achávamos que era uma vergonha se tivéssemos perdido esse jogo, sem chegar às finais, mesmo jogando em casa. Mas mal sabíamos que, se tivéssemos sido derrotados, seria a maior vitória, pois teríamos sido eliminados e não passaríamos pelo vexame de perder de 7×1 para Alemanha logo a seguir.

Vemos na Bíblia pessoas que passaram por grandes tribulações e saíram vitoriosas. Uma delas foi José, comumente chamado José do Egito, que foi vendido pelos seus irmãos como escravo para o Egito. Na verdade, essa tribulação pela qual ele passou foi usada para manter vivos os seus familiares, pois haveria grande fome sobre a terra, e José, graças ao poder de Deus, tornou-se governador do Egito e pôde ajudá-los, e ele mesmo declara isto:

“’Cheguem mais perto’, disse José a seus irmãos. Quando eles se aproximaram, disse-lhes: ‘Eu sou José, seu irmão, aquele que vocês venderam ao Egito! Agora, não se aflijam nem se recriminem por terem me vendido para cá, pois foi para salvar vidas que Deus me enviou adiante de vocês. Já houve dois anos de fome na terra, e nos próximos cinco anos não haverá cultivo nem colheita. Mas Deus me enviou à frente de vocês para lhes preservar um remanescente nesta terra e para salvar-lhes a vida com grande livramento’”.(Gênesis 45.4-7 NVI)

Deus transformou a derrota de José em uma grande vitória para ele e para sua família.

Outro que teve que levar um grande tranco para fazer a vontade de Deus foi o apóstolo Paulo, que precisou passar por uma derrota para alcançar a verdadeira vitória. Ele estava cego espiritualmente, e foi necessário que Jesus (Atos 9) o cegasse fisicamente na estrada para Damasco, para que ele, ao voltar a enxergar, visse as verdades espirituais e fosse usado poderosamente por Deus.

O profeta Eliseu também se encontrou em uma situação aparentemente muito difícil, mas ele sabia que Deus estava com ele. Certa vez, o servo de Eliseu ficou desesperado quando viu que estavam cercados pelos cavaleiros e carros de guerra do numeroso exército Sírio. Então, o profeta orou a Deus pedindo que lhe abrisse os olhos, para que ele visse a realidade que estava acontecendo no mundo espiritual em volta deles. “O profeta respondeu: ‘Não tenha medo. Aqueles que estão conosco são mais numerosos do que eles’. E Eliseu orou: ‘Senhor, abre os olhos dele para que veja’. Então o Senhor abriu os olhos do rapaz, que olhou e viu as colinas cheias de cavalos e carros de fogo ao redor de Eliseu” (2 Reis 6.16-17 NVI).

A palavra de Deus diz que os anjos são ministradores a serviço daqueles que hão de herdar vida eterna, ou seja, os anjos de Deus estão ao nosso redor nos guardando em toda nossa jornada aqui na terra. Portanto, não tema.

Que, na tribulação, possamos ter nossos olhos espirituais abertos para enxergarmos a proteção de Deus sobre nós. A derrota com Deus é vitória, a vitória sem Deus é derrota.

Em nome de Jesus, amém!

Por Raissa Sossai

Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also

Close
Close