Mensagem

Andar Humildemente com Deus

andar
“e que andes humildemente com o teu Deus.” (Miquéias 6.8)

Para caminharmos com Deus é preciso antes de tudo que estejamos em acordo com a sua vontade, revelada na sua Palavra, porque como expressado pelo profeta Amós “como andarão dois juntos se não estiverem de acordo?”,Am 3.3.
Se o nosso viver não é conduzido pelo padrão da Palavra, não podemos andar com Deus.

Para andarmos com Deus necessitaremos da conversão pela fé em Cristo, pela qual somos tornados coparticipantes da natureza divina, e assim, a inimizade natural que havia entre nós e ele é desfeita pela reconciliação operada pela cruz.

Cada homem, em sua condição natural, é um rebelde contra Deus; ainda que pense o contrário disto, por se julgar religioso. Por isso é necessário nascer de novo do Espírito Santo, para que receba uma nova natureza espiritual e divina.

O texto de Miquéias 6.8 se refere à necessidade de humildade para que possamos andar com Deus, porque todo aquele que pretendê-lo deverá fazer tudo para a glória de Deus. Quem está unido ao Senhor, permanecendo nele em espírito, terá necessariamente, pelo impulsionar da graça, pela obra do Espírito Santo, este desejo de se consagrar inteiramente à vontade de Deus e de gastar a sua vida não para a própria glória, senão para a exclusiva glória de Deus.

Não podemos ficar satisfeitos e não nos sentimos felizes caso não sintamos que nossas obras são aceitáveis a Deus promovendo a sua glória. A alegria de Deus com o nosso modo de viver é a recompensa que sempre almejaremos. Então, isto passa a ser uma forte evidência de que temos caminhado humildemente com ele.

Esta humildade requerida para a nossa comunhão com o Senhor é de tal ordem, que não se relaciona apenas à renúncia ao orgulho natural pecaminoso, porque inclui também e principalmente o reconhecimento de que Deus é o senhor absoluto de nossas vidas, e que devemos aceitar de boa vontade, com gratidão e alegria tudo o que recebermos de suas mãos, ainda que sejam as correções e aflições, que concorrem para o nosso aperfeiçoamento espiritual, e amadurecimento da nossa fé.

Foi dessa forma que Abraão, que foi chamado de amigo de Deus, andou com ele. E de igual modo, Enoque, Noé e muitos outros, dos quais a Escritura dá testemunho de terem agradado a Deus. Eles andaram com ele porque sempre se submeteram voluntariamente à sua vontade, sempre procurando em tudo lhe ser obedientes.

Foi para este propósito que Jesus nos foi dado, morrendo em nosso lugar na cruz, a saber, para que pudéssemos andar de igual maneira, ou seja, em santidade de vida e em comunhão com ele.

Por: Sílvio Dutra – Gospel Mais

Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close