Sem categoria

Atacada na web, Claudia Leitte pede “tolerância, em nome de Jesus”

Cantora foi ofendida após falar sobre Adão e Eva no Encontro com Fátima Bernardes

A cantora Cláudia Leitte participou do programa “Encontro”, apresentado por Fátima Bernardes na semana passada, onde cantou várias músicas e participou do debate. O tema, recorrente no matinal, foi ligado ao feminismo.

Após a baiana ter feito uma pergunta a um outro convidado, onde falou sobre sua fé que a mulher veio da “costela de Adão”, foi amplamente criticada na internet. A repercussão foi imediata e Leitte foi ofendida por muitas pessoas, que classificaram sua postura como “burrice”.

Contrariada, ela utilizou o seu perfil no Instagram para fazer um desabafo contra o que classificou de “mimizinho de povo chato”. Afirmando que tem o direito de questionar, sempre que quiser aprender algo, disse que o programa foi “incrível” e que a reação às suas colocações foram “ridículas”.

Sem entrar no mérito do que a Bíblia diz, a cantora reclamou do comportamento das pessoas. “Beira a opressão”, afirmou, deixando claro que não é obrigada a concordar com aqueles que “cobram uma postura feminista”.

“Em nome de Jesus, a gente está em 2018. A gente precisa ser mais tolerante”, lamentou. Encerrou dizendo que não ia deixar de ser quem sempre foi.

O patrulhamento ideológico cada vez mais presente na internet do Brasil não escolhe vítimas. Os assuntos recorrentes são sempre os mesmos e bastante conhecidos. Curiosamente, a última música interpretada por Leitte no “Encontro” chamava-se “Lacradora”, onde a cantora defendia justamente a prática da qual foi vítima logo que a atração terminou.

Por GolpelPrime

Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close