Notícias

Goleiro da Chapecoense recebe alta e canta “Raridade”

folmanO goleiro Follmann, último dos jogadores sobreviventes da Chapecoense ainda internado, recebeu alta do hospital onde recebia seus atendimentos médicos e, com o ocorrido, cedeu coletiva de imprensa.

Na ocasião, o jogador afirmou que cantaria uma música importante para aquelas situações vivenciadas e, em seguida, interpretou “Raridade”, hit de Anderson Freire lançado no ano de 2013.
“Enfim, chegou o grande dia. Mais uma etapa concluída, graças a Deus. Estou muito feliz. Saio até com o coração um pouco apertado, porque fiz grandes amigos aqui, que vou levar para a vida toda. Sei do cuidado que todo mundo teve comigo, então me deixou muito feliz e motivado para o momento em que eu saísse daqui”, disse o jogador.

De acordo com informações do Globo Esporte, Jakson Follmann irá para a cidade de São Paulo e colocará próteses no Centro Marian Weiss, cuja especialidade é de atendimento de pessoas que sofreram processos de amputação. O próximo passo do jogador é de reaprender a andar.

“Sempre tive um foco muito grande na recuperação. Procurei não ver nada do que aconteceu. Demorei muito mesmo. Sabia que tinha lesões graves e foquei na recuperação. Daqui a dois anos, me vejo caminhando, feliz, fazendo várias coisas. Tenho certeza que, com minha força de vontade, vou ser muito feliz”, disse Follmann, acerca da recuperação.

Jakson disse que encara a amputação de forma “natural” e que está pronto para o processo de reabilitação em São Paulo. “Vai ser difícil também, mas terei alegrias. Me preparei muito e vai passar rápido. Logo, logo vou estar protetizado e caminhando. Fazendo tudo que fazia antes”, disse o jogador, esperançoso no resultado do processo.

Follmann também disse que continuará na Chapecoense. “Foi quem me abriu as portas, é minha segunda casa. Quero coisas grandes no clube. Vou buscar me aprimorar, conhecer. Agora, é o momento de aprendizado. Na Chape, estarei dentro do esporte. Quero crescer, ser grande junto com a Chapecoense sempre. Se Deus permitir, levá-la nesse mundo afora”, completa.

por Tiago Abreu

Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close