Notícias

“Se não fosse Deus, não teria forças para voltar a jogar”, diz Willian

Jogador revelou a importância de sua fé no luto de sua mãe

O jogador Willian Borges da Silva, que joga no Chelsea há quatro anos, é um dos futebolistas brasileiros de maior destaque no cenário europeu. No ano passado, o atleta passou pela dificuldade de ter perdido sua mãe, e comentou como superou esse processo.

“Primeiro foi Deus, Ele me sustentou. Se não fosse a graça de Deus e a misericórdia dele, eu não teria forças para voltar, para continuar jogando. Foi uma situação muito complicada para mim. Só quem já perdeu a mãe sabe a dor que a gente sente”, afirmou.

Em entrevista ao O Tempo, Willian conta a ajuda que recebeu. “A cada dia que passa, a saudade vai aumentando e é bem difícil suportar. Às vezes você para, pensa e não acredita que aquilo tudo aconteceu, mas recebi várias mensagens, tive apoio familiar da minha esposa, das minhas filhas, do meu pai, todos eles muito importantes neste processo”.

“Recebi palavras de apoio de várias pessoas próximas, amigos, jogadores, alguns que eu nem conheço, nunca conversei, sequer falei um oi, mas me mandaram mensagens, gestos de pessoas que eu nunca esperava que fosse falar um dia”, disse o atleta.

Willian afirma que recebeu apoio, inclusive, de jogadores de outros times. “Perguntavam como eu estava, falavam para eu continuar forte, me davam um abraço. Fiquei muito grato pelo apoio que todos me deram e isto me fortaleceu muito”, contou.

Ele ainda comentou a mudança que a seleção brasileira, da qual faz parte, teve com a entrada de Tite. “O Tite é um treinador muito inteligente, sempre costumo dizer isso, um técnico que sabe gerir muito bem o elenco, além de ser bom taticamente”.

“Claro que os treinamentos são importantes, mas o Tite sempre fala que temos que merecer vencer e para merecer vencer você precisa competir leal, com o nível bem alto. É por isso que ele é um treinador que está entre os melhores do mundo hoje”, opinou.

Willian ainda falou sobre sua vontade de participar da próxima Copa do Mundo. “É um sonho que eu tenho, uma vontade, um desejo muito grande, por isto que eu venho a cada dia, a cada jogo no meu clube procurando fazer o meu melhor, tentando evoluir ao máximo”.

Fonte: O Tempo

Show More

Related Articles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Close